Itaka Escolapios Itaka Escolapios

Corrente de favores

Fecha: Monday, 25 de October de 2021

Areas:
Abordagem global-local
Combate à exclusão

Edad:

  • 12-14 años
  • 14-16 años
  • 16-18 años
  • +18 años

Objetivos :

  • Perceber que pequenas ações em favor dos outros podem mudar o mundo.
  • Iniciar e estender uma corrente de favores começando pelo ambiente mais próximo (escola, família, amigos...).

Autor: Temas de educación”- Revista digital para profesionales de la enseñanza.

Adjuntos:

Valoración:

(3 votos, promedio:
Loading...

"É difícil. Não pode ser planejado. É preciso cuidar mais das pessoas, amá-las e protegê-las. Porque nem sempre veem o que precisam. É uma ótima oportunidade para consertar algo além da sua bicicleta. Você pode consertar uma pessoa".

Essa atividade será realizada de forma diferente dependendo da idade dos alunos, que serão divididos entre menores de 14 anos, que assistirão a um vídeo musical, e maiores de 14 anos, que assistirão ao filme "A Corrente do Bem". Também queremos que essa atividade transcenda os limites do centro escolar e chegue às famílias, por isso, na segunda parte, propomos cartões de apresentação da atividade, que os meninos e meninas, qualquer que seja a idade, levarão para casa.

Parte comum

  Ambas as atividades começarão, no entanto, com o trabalho prévio de reflexão sobre a solidariedade e como todas as nossas ações, mesmo aquelas que acreditamos serem mais insignificantes, têm significado. Para fazer isso, vamos ler a história "Um por um".

UM POR UM

Ao pôr do sol, um jovem estava caminhando ao longo de uma praia deserta. Enquanto caminhava, ele começou a ver que, à distância, outro homem se aproximava. Ao prosseguir, notou que ele se curvava para pegar algo e depois jogá-lo na água. Repetidas vezes ele jogava essas coisas com força no oceano.

 Ao se aproximar, o jovem notou que o homem estava pegando estrelas-do-mar que a maré havia deixado na praia e jogando-as uma a uma de volta na água. Intrigado, o transeunte se aproximou do homem para cumprimentá-lo:

 – Boa tarde, meu amigo. Estava me perguntando o que você está fazendo.

 – Estou devolvendo as estrelas-do-mar ao oceano. Agora a maré está baixa e deixou todas essas estrelas-do-mar na praia. Se eu não as devolver ao mar, elas morrerão por falta de oxigênio.

 – Eu entendo – respondeu o rapaz–, mas nesta praia deve haver milhares de estrelas-do-mar. São simplesmente muitas. E o mais provável é que isso esteja acontecendo em centenas de praias ao longo desta costa. Você não percebe que é impossível que o que você faz tenha qualquer utilidade ou importância real?

 O nativo sorriu, inclinou-se para pegar outra estrela-do-mar, e enquanto jogava de volta no mar, respondeu:

- Para esta é importante!

(Extraído do livro "Sopa de Frango para a Alma", de J. Canfield e M. V. Hansen)

Daremos tempo para que reflitam e depois comentem sobre o que pensaram da história e se podem aplicá-la a si mesmos através das ações que tomam.

Em seguida, será realizada a atividade central:

Menores de 14 anos

Propomos que meninos e meninas assistam ao vídeo a seguir "One day" e reflitam sobre ele.

Maiores de 14 anos

A atividade proposta para os estudantes a partir dos 14 anos está relacionada com o filme "A Corrente do Bem", de 2000.

Um professor com o rosto desfigurado por queimaduras propõe aos seus alunos um trabalho: pesquisar maneiras de melhorar o mundo, pelo menos a comunidade que os cerca. Um dos meninos leva a proposta do professor muito a sério e inventa um sistema em corrente: sua ideia consiste em ajudar três pessoas em algo que elas não poderiam alcançar por conta própria, em troca de cada uma dessas três ajudar três outras pessoas e assim por diante. A ideia, que a princípio parecia não funcionar e para a qual Trevor, o menino protagonista, começa a desconfiar da viabilidade de seu projeto e das pessoas que ele ajudou, no entanto, chega a diferentes lugares nos Estados Unidos, até comover um repórter que se interessa pelo projeto e investiga suas raízes, chegando à cidade de Trevor. Como na vida real, o filme reflete que nem todo mundo é o que parece e que nem sempre a vida é justa.

Parte comum

Em ambos os casos, para os maiores e menores de 14 anos de idade, após assistirem ao filme ou ao vídeo musical, cada estudante é solicitado individualmente a desenvolver um projeto voltado, sobretudo, para seu ambiente imediato: família, amigos, bairro ou cidade onde mora.

Dar um prazo de alguns dias para que os alunos reflitam sobre a pergunta e depois tragam sua resposta para a aula. Alguns meninos e meninas precisarão de apoio nesta parte, pode-se ajudá-los a pensar em pessoas que eles poderiam ajudar (sempre há alguém). As respostas dos estudantes variam muito dependendo do estado de espírito de cada um: desde as mais extravagantes até as mais originais e comprometidas.

Eles são então convidados a iniciar sua corrente de favores, distribuindo três cartões de "favores" (Anexo_Cartão) a cada um deles e explicar que a corrente deve começar na escola, mas também em casa, em sua família e no ambiente fora da escola. Ao realizar qualquer um desses favores, eles entregarão o cartão, que explica a atividade, e convidarão a pessoa que o recebeu a continuar a corrente de favores, fazendo outros três.

Filme "Cadeia de favores" ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS: - TÍTULO ORIGINAL: Pague porwad. - NACIONALIDADE: EUA (2000) - DIREÇÃO: Mimi Leder.


Esta atividade é parte da Campanha de Solidariedade 21-22: